Search

Alcaraz aguarda estreia desafiadora após vencer o Rio Open 2022

O destaque principal da décima edição do Rio Open é o tenista espanhol Carlos Alcaraz, que é um dos preferidos do público. O número 2 do mundo está competindo na cidade do Rio de Janeiro pela quarta vez, tem um título e chegou a duas finais consecutivas. Durante uma coletiva de imprensa na segunda-feira, o espanhol expressou que se sente muito à vontade no torneio carioca, porém ele reconhece que não terá o apoio do público em sua estreia. Afinal, ele enfrentará o brasileiro Thiago Monteiro em sua primeira partida, o qual ele enfrentou apenas uma vez na carreira e foi derrotado.

“Eu joguei contra ele uma vez, há muito tempo, em 2021, e perdi. Conheço o estilo de jogo dele, assisti a muitas de suas partidas e sei que ele é um jogador muito talentoso. Acho que ele estará extremamente motivado jogando aqui no Brasil, no Rio, diante de sua torcida. Será uma partida muito desafiadora”, declarou o espanhol no Jockey Club Brasileiro, onde o Rio Open está sendo realizado.

Apesar disso, Carlos Alcaraz disse que se sente confortável competindo no Brasil. “É sempre ótimo estar de volta ao Rio. Estou acostumado com essas condições (calor e umidade), adoro jogar aqui no Rio e estou muito animado para começar o torneio”, afirmou o tenista.

Após sua eliminação nas semifinais do ATP de Buenos Aires, onde defendia seu título, Alcaraz admitiu que precisa aprimorar seu desempenho se quiser ganhar o Rio Open. “Tenho muitas áreas para melhorar em relação a Buenos Aires. Acho que estou jogando muito bem e meu jogo está em boa forma, mas preciso aprender a lidar com situações específicas, como nos pontos de quebra ou em momentos difíceis. Essa é a coisa mais importante que preciso aperfeiçoar para ter um bom desempenho aqui no Rio”, reconheceu.

Outra área que o espanhol planeja revisar é seu ritmo durante a temporada. Ele revelou que tem discutido com seu treinador para tentar planejar melhor seu ano. Alcaraz não esconde o desejo de lutar pela medalha de ouro nas Olimpíadas de Paris, ao mesmo tempo em que busca conquistar títulos no circuito. No ano passado, o espanhol começou a temporada conquistando o torneio de Wimbledon, mas perdeu rendimento no final do ano.

“Isso é algo que preciso melhorar. Conversei com Juan Carlos (Ferrero, treinador) no final do ano, antes do último torneio da temporada, e sim, discutimos a necessidade de fazer algumas mudanças para 2024, já que a temporada não termina em setembro”, enfatizou.

“Estou trabalhando com dedicação e este será um ano muito empolgante, com os Jogos Olímpicos chegando. Mas preciso estar em boa forma no final da temporada, preciso me concentrar e manter a mesma intensidade e nível”, completou Alcaraz.

https://gazetadesorocaba.com/campeao-do-rio-open-em-2022-alcaraz-espera-por-estreia-dificil-diante-de-monteiro/